Para eternidade

Há 35 anos, o Grêmio conquistava seu maior título

Com dois gols de Renato, o Tricolor vencia o Hamburgo e sagrava-se Campeão Mundial

11 DEZ 2018 10:05 | Atualizado em 11 DEZ 2018 10:10 Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

Há exatos 35 anos, no dia 11 de dezembro de 1983, o Grêmio conquistava o maior título de sua história: Campeão do Mundo. Com dois gols de Renato Portaluppi, o Tricolor vencia o Hamburgo, da Alemanha, pelo placar de 2 a 1, em jogo realizado no Estádio Nacional de Tóquio, no Japão.

O Hamburgo chegou à decisão batendo a poderosa Juventus, em Atenas, na final da Champions League. O Tricolor, por sua vez, venceu o Peñarol, do Uruguai, na decisão da Copa Libertadores, em julho.

Comandados pelo jovem Valdir Espinosa dentro de campo e tendo o presidente Fábio Koff dando respaldo fora dele, o Grêmio entrou no gramado nacional de Tóquio naquele dia com Mazarópi, Paulo Roberto, Baidek, De León e Paulo César Magalhães; China, Osvaldo e Paulo César Caju; Renato, Tarciso e Mário Sérgio. Depois, entraram Caio no lugar de Caju e Bonamigo na vaga de Osvaldo. Os alemães, comandados pelo prepotente técnico Ernst Happel, teve Stein, Wehmeyer, Jakobs, Hieronymus e Schröder; Groh, Rolff e Hartwig; Magath, Hansen e Wüttke.

O Tricolor abriu o marcador aos 38 minutos do 1º tempo com jogada individual de Renato, pela direita. O chute sem ângulo, passou entre o goleiro e o poste esquerdo.

O empate dos alemães aconteceu aos 40 da etapa final, com Schröder, quase dentro da pequena área. O gol levou a decisão para os 30 minutos extras regulamentares.

Logo aos 3 minutos da prorrogação, Caio cruzou da esquerda, Tarciso raspou de cabeça e a bola caiu na perna direita de Renato. Ele cortou o marcador e chutou de canhota, no canto de Stein. Grêmio 2 a 1.

O gol foi a senha para a festa que tomou conta das ruas de Porto Alegre naquela madrugada de sábado para domingo. Uma noite que entrou para história do futebol brasileiro.

Parabéns, torcedor!

Abaixo, você pode recordar o nosso maior feito!


Foto: Masahide Tomikoshi