Vitória!

Grêmio vence Ypiranga e conquista vantagem para decisão na Arena

om gol de pênalti assinalado por Lucas Silva nos acréscimos da partida, o Tricolor venceu a equipe de Erechim por 1 a 0

26 MAR 2022 18:34 | Atualizado em 26 MAR 2022 18:36 Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

O Grêmio enfrentou o Ypiranga, na tarde deste sábado, pelo jogo de ida da fase final do Campeonato Gaúcho. Com gol de pênalti assinalado por Lucas Silva nos acréscimos da partida, o Tricolor venceu a equipe de Erechim por 1 a 0. Com o resultado, os gremistas largam na frente e decidem tudo em casa, na Arena, no próximo sábado. 

A partida iniciou disputada, com as duas equipes tentando o campo de ataque nos instantes iniciais, mas depois dos dez primeiros minutos, o domínio passou a ser do Tricolor. 

Uma das boas chances criadas logo no início foi quando Elias recebeu no meio da zaga e finalizou, obrigando o goleiro a fazer uma grande defesa. Logo em seguida, Bitello lançou Campaz, que recebeu na meia-direita e tentou por cobertura, mas a bola explodiu na trave - por detalhe não entrou. 

Não demorou para a equipe de Roger Machado ameaçar novamente e aos 15’, depois de recuperar a bola no erro adversário, avançou com uma rápida troca de passes, até que Campaz, finalizou de dentro da área, mas mandou à direita da meta. Três minutos depois, foi Elias quem recebeu na pequena área e chutou, mas Edson defendeu em dois tempos. 

Pressionando, os gremistas buscaram mais um ataque. Aos 23’, Elias recebeu novamente na entrada da área, girou sobre a marcação e finalizou, mas parou em outra defesa do goleiro da casa, que espalmou para escanteio. Depois, foi Bitello quem dominou um cruzamento dentro da área e arrematou – a bola desviou na zaga antes de sair pela linha de fundo. 

Passados 30’, o Ypiranga ameaçou pela primeira vez. Gedeílson colocou na área e Erick não conseguiu a finalização, pois antes mesmo Geromel desviou, dificultando a jogada do time de Erechim. 

Na reta final, Campaz fez um lançamento na área, Villasanti desviou de cabeça e por pouco não abriu o marcador, com 39 minutos jogados. Na reta final, aos 41’, o colombiano recebeu novamente e mandou por cobertura, mais uma vez acertando por duas vezes a trave – primeiro na superior, depois na da esquerda. 

O Grêmio voltou a campo com a mesma formação para a etapa complementar, que iniciou mais equilibrada. Depois de uma troca de passes rápida, Bitello acionou Elias, que chutou forte, mas Edson defendeu. Já os donos da casa responderam quase que de imediato, com uma tabela entre Gedeílson e Falcão, mas no cruzamento, Lucas Silva conseguiu o corte. 

A melhor chance do Ypiranga saiu aos 18’, quando Falcão recebeu no meio e chutou forte, carimbando a trave. No rebote, Hugo Almeida soltou a bomba, para uma grande defesa do goleiro Brenno. Em seguida, Gedeílson cobrou uma falta, mas a defesa tricolor cortou. 

O técnico Roger Machado providenciou suas primeiras mudanças na equipe, Gabriel Silva e Janderson ocuparam os lugares de Campaz e Elias, aos 23’. 

Na sua primeira participação na partida, Janderson recebeu na direita e saiu em velocidade, chutando cruzado, mas a bola saiu à direita do gol. 

Os donos da casa ameaçaram novamente com Falcão, que tabelou com Hugo Almeida e chutou, mas mandou pela linha de fundo. Gedeílnson também tentou desviar de cabeça um escanteio, mas Brenno segurou firme. 

Outras duas alterações foram feitas: Churín e Vini Paulista nos lugares de Diego Souza e Bitello. 

Na reta final, aos 40’, Janderson foi acionado na direita, e chutou, mas a marcação desviou a escanteio. Logo em seguida, o Grêmio teve um pênalti a seu favor, cometido por Amorim sobre Churín. Na cobrança, Lucas Silva chutou rasteiro, no canto direito da meta defendida por Edson, aos 48 minutos do segundo tempo. 

Com o resultado, o Grêmio larga na frente na decisão do Gauchão. O jogo de volta acontece no próximo sábado, na Arena. 

 

Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA