35 anos do Mundial

Grêmio comemora 35 anos do Mundial com atletas da conquista

Tricolor se despede da temporada homenageando heróis do Mundial de 1983

02 DEZ 2018 19:08 | Atualizado em 02 DEZ 2018 19:08 Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

A comemoração de aniversário de 35 anos da conquistado Mundial de 1983 foi antecipada para a última rodada do Campeonato Brasileiro, realizada na Arena neste domingo, antes da partida  contra o Corinthians. Depois de celebrarem a data num almoço, diretoria e jogadores da época fizeram a festa da torcida no estádio. Caio, Cesar, Osvaldo, Mazaropi, China, Baidek, Tonho, o ex-técnico, Valdir Espinosa, e seu auxiliar, Zeca Rodrigues, foram aplaudidos e ovacionados pelos 40 mil torcedores presentes na Arena, ao pisarem no campo.

A homenagem foi conduzida pelo presidente Romildo Bolzan, ao lado de integrantes do Conselho de Administração, como os vices Adalberto Preis, também membro do CA naquele memorável ano, Claudio Oderich, Sergei Costa e os secretários Kevin Krieger e Juliano Ferrer, além do executivo de marketing, Beto Carvalho, e o superintendente de futebol, Antônio Carlos Verardi. Também estiveram presentes ao encontro, Flávio Obino, presidente do Conselho Deliberativo à época, César Cidade Dias, Paulo Petry e Irany Sant’anna Junior, representando respectivamente o vice-presidente jurídico, César Dias Neto, o diretor de futebol, Rudi Armim Petry, e o vice-presidente do CD, Irany Sant’anna.

Na Arena, o atual presidente do Conselho de Deliberativo, Carlos Bierdermann, o diretor jurídico Nestor Hein e seu adjunto, Leonardo Lamachia, se juntaram à homenagem prestada aos nossos heróis.

Foi no distante 11 de dezembro de 1983, em Tóquio, no Japão, que o Tricolor, comandado por Valdir Espinosa, enfrentava o Hamburgo, da Alemanha, e entrava para a história com o seu primeiro título mundial. No apito final do árbitro, o Brasil explodiu em festa e a madrugada de sábado para domingo jamais será esquecida por quem vivenciou aquela inesquecível conquista.

Foto: Lucas Uebel