História

Há 50 anos, trajetória vitoriosa entrava para história do futebol gaúcho

Em 25 de julho de 1968 Grêmio conquistava o hepta estadual celebrando 12 títulos em 13 anos

25 JUL 2018 10:13 | Atualizado em 27 JUL 2018 17:29 Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

Há exatos 50 anos, no dia 25 de julho de 1968, o Grêmio empatava sem gols com o Juventude, no Estádio Olímpico, e comemorava, de forma antecipada, a conquista do Campeonato Gaúcho daquele ano. Mais do que a celebração do título, o Clube alcançava uma marca sem precedentes até então no futebol gaúcho, o Hepta Campeonato estadual.
 
O título encerrava também outro feito inédito que foi a trajetória vitoriosa que culminou com a conquista de 12 campeonatos estaduais em 13 anos de disputa. 

Tudo começou em 1956, com a equipe comandada por Foguinho, com nomes como Onete, Sérgio, Airton “Pavilhão”, Nelci, Altino, Élton, Figueiró, Calvet, Ênio Rodrigues, Hercílio, Gessy, Juarez, Mílton e Vieira, entre outros. Com essa base, o Tricolor empilhou títulos, sendo quase imbatível e alcançando projeção nacional. Após deixar escapar o título de 1961 e já sem Foguinho no comando, o Grêmio retomou a hegemonia do futebol gaúcho no ano seguinte. O time tinha como base o esquadrão penta campeão de 1956 a 60 aliado a novos e promissores jogadores como Ortunho, Altemir, Mourão, Marino e João Severiano, entre outros. Além da conquista do Estadual de 1962, levantaram o inédito troféu do Campeonato Sul-Brasileiro. As conquistas foram se sucedendo, até o dia 25 de julho de 1968, na celebração do hepta.

Uma data para comemorar e relembrar uma geração gremista que elevou o Clube, e o futebol gaúcho, a um patamar que, até então, jamais havia sido alcançado.

 

Foto: Museu do Grêmio