Artilheiro de Deus

Ex-atacante Baltazar visita CT e abraça antigos companheiros de Clube

Autor do gol da final do Brasileiro de 1981 veio gravar matéria com Luan

10 JUL 2018 12:39 | Atualizado em 10 JUL 2018 13:01 Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

Uma das atrações desta manhã no CT Luiz Carvalho, enquanto o Grêmio realizava seu treinamento no gramado, foi a presença do ex-atacante gremista, Baltazar, um dos maiores ídolos da torcida gremista e o sétimo maior artilheiro da história do Grêmio com 130 gols marcados em 293 jogos, no período de 1979 a 1982.

Baltazar chegou a Porto Alegre para participar de uma gravação com o atacante Luan para o programa Esporte Espetacular que será veiculado no dia 22 de julho. Ele acompanhou todo o treinamento na beira do gramado e elogiou a estrutura do CT e a grandiosidade da Arena, que ainda não conhecia. Na sequência, foi recebido pelo técnico Renato, no vestiário. Eles chegaram a atuar juntos pelo Grêmio em 1982 e na seleção brasileira que disputou a Copa América de 1983. O ex-goleador gremista abraçou também o supervisor, Antônio Carlos Verardi; o segurança, Pedrão; e o massagista, Zezinho, os mais antigos funcionários em atividade no CT.

Baltazar Maria de Moraes Júnior entrou para a história ao marcar o gol do título do Campeonato Brasileiro de 1981, na vitória gremista de 1 a 0 sobre o São Paulo, em pleno Morumbi, no dia 3 de maio de 1981. Ficou conhecido também como o Artilheiro de Deus, por sua relação com a igreja, e pela frase célebre “Deus está reservando algo melhor para mim”, dita após perder uma penalidade máxima no jogo de ida, no Olímpico, pela final do Brasileiro. Uma semana depois, marcou o gol do título.

Baltazar fixou residência em Goiânia, mas hoje mora em São Carlos, interior de São Paulo, onde a filha estuda arquitetura. Profissionalmente, agencia alguns jogadores. Função que exerce desde a década de 90.

 

Foto: Lucas Uebel