Fase de Grupos da Libertadores

Em casa, Grêmio vence o Monagas por 4 a 0

Com gols de Jael, Everton, Luan e Cícero, o Tricolor conquistou a vitória sobre o time venezuelano

04 ABR 2018 21:11 | Atualizado em 04 ABR 2018 21:11 Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

A noite desta quarta-feira foi de Libertadores para os tricolores. O Grêmio entrou em campo na Arena, para enfrentar o Monagas, pelo segundo confronto da fase de grupos da competição. Com time titular, venceu pelo placar de 4 a 0.

O primeiro tempo da partida foi equilibrado. O Tricolor não imprimiu o ritmo dos últimos jogos e teve uma saída de bola mais lenta. Na maioria das vezes, tentou se infiltrar no ataque por meio de lançamentos e cruzamentos, mas a marcação do time venezuelano conseguiu barrar qualquer tentativa. 

A segunda etapa foi diferente e logo se percebeu a mudança de postura do Grêmio. Resultado disso foi o primeiro gol, já aos 5 minutos. Pela esquerda, Bruno Cortez fez um cruzamento na medida para Jael, que se antecipou à marcação e mandou de cabeça para o fundo das redes. A partir daí só deu Tricolor, que seguiu superior no jogo, tanto que aos 15', chegou ao segundo gol, com Everton. Maicon arriscou um chute de longa distância, Baroja defendeu com rebote, mas não contava com o atacante, que bem posicionado, se aproveitou, pegou a sobra e mandou uma bomba para o fundo da meta. Já na reta final, aos 41 minutos, Luan marcou o terceiro, depois de receber na direita, ajeitar com qualidade e chutar cruzado, sem chances de defesa.

E ainda teve o quarto gol gremista. Aos 45 minutos, depois de uma grande jogada, o Tricolor conseguiu ampliar com Cícero. Alisson tocou de cabeça e, da mesma forma, Cícero empurrou para o gol, deslocando Baroja.

Depois de empatar em 1 a 1 na estreia com o Defensor, com o resultado da partida desta noite, o Grêmio segue na segunda colocação, agora com 4 pontos, atrás apenas do Cerro Porteño, que lidera com 6.

 

Primeiro tempo

O Grêmio chegou bem logo no início da partida, quando Arthur foi acionado na esquerda e tentou um lançamento para Ramiro, já dentro da área, mas o meia foi flagrado em posição de impedimento, tendo a jogada anulada. 

Já os visitantes conseguiram ameaçar com Javier Garcia, que ficou com a sobra e tentou um chute, mas pegou mal, na orelha da bola, facilitando a defesa de Marcelo Grohe.

Com 5 minutos, mais um lance bom para os gremistas. Depois de uma troca de passes rápida, Ramiro recebeu na direita  da área e fez um cruzamento por elevação, mas a bola saiu forte demais, se perdendo pela linha de fundo.

No lance seguinte, o Monagas chegou com perigo pela direita, com Suárez, que fez um cruzamento na marca penal buscando Cádiz, mas Geromel ganhou na marcação e afastou o perigo.

Aos 12', uma boa jogada gremista se desenhou com Bruno Cortez, que passou pela marcação, e em velocidade entrou na grande área, mas a defesa cortou para escanteio. Luan cobrou, a bola ficou viva em frente a meta venezuelana e sobrou para Kannemann, que finalizou, mas Baroja fez a defesa no meio do gol.

Outra chance gremista surgiu aos 18', com um cruzamento de Bruno Cortez na cabeça de Jael, mas o centroavante desviou e a bola saiu pela linha de fundo.Minutos depois, o Monagas teve uma falta na intermediária. Gonzalez foi para a cobrança, mas mandou em cima da barreira.

Depois de erro da saída de bola venezuelana, a bola sobrou para Everton no meio-campo. O atacante saiu em velocidade no contra-ataque, entrou na área, mas foi desequilibrado por Bracho; nada assinalado pela arbitragem. Em seguida, Luan serviu Ramiro na direita, que tentou fazer um cruzamento para a área, mas a zaga interceptou o lance.

Em resposta, uma perigosa chegada do Monagas, aos 26'. Kannemann acabou deixando Cádiz livre para cabecear a bola cruzada de González. Por sorte, Marcelo Grohe conseguiu fazer a defesa com segurança, em uma das melhores oportunidades de gol da partida.

O Grêmio teve uma falta frontal da intermediária de ataque. Na cobrança, Ramiro mandou direto a gol, houve o desvio na área, mas a arbitragem assinalou apenas tiro de meta. No lance, a arbitragem amarelou Kannemann por reclamação. 

Uma boa chance gremista surgiu aos 30 minutos, quando Jael acionou Luan pela direita, que cruzou para Ramiro. O meia finalizou, mas mandou por sobre a meta venezuelana.

Em contra-ataque, Everton foi acionado na esquerda, desceu em velocidade e cruzou para Ramiro. O meia mandou a gol, mas Baroja conseguiu boa defesa. A bola ficou viva, mas a defensiva conseguiu o corte. Na sequência, de pé em pé, a bola chegou a Luan, na risca da grande área e chutou colocado. Baroja defendeu mais uma vez.

Aos 40 minutos, a bola foi alçada na área, Geromel subiu de cabeça para desviar e Kannemann pegou a sobra, finalizando com muito perigo, mas  mandou para fora. Na jogada seguinte, mais uma oportunidade tricolor, mas Jael estava impedido quando recebeu a bola dentro da pequena área.

Jogo finalizou aos 47'.

 

Segundo Tempo

O Grêmio entrou em campo com uma alteração: Saiu Léo Moura, entrou Alisson.

Aos 2 minutos, trocando passes, Alisson serviu Jael na área, mas o zagueiro se antecipou e conseguiu acalmar a bola para Baroja, que segurou firme.  Em seguida, Maicon fez uma boa abertura para Bruno Cortez, na esquerda. O lateral cruzou, mas a defesa interceptou. Depois da cobrança de escanteio, a bola chegou a Geromel, que rolou para Maicon. O capitão chutou a gol, a bola desviou e chegou fraca para o arqueiro venezuelano.

Foi pressionado pelas laterais, insistindo no ataque, que o Grêmio, enfim, abriu o placar na Arena. Bruno Cortez fez um cruzamento na medida para Jael se antecipar a marcação e mandar de cabeça para o fundo das redes, aos 5 minutos.

Dois minutos depois, Luan tabelou com Everton, que conseguiu enganar três marcadores, até finalizar. A bola explodiu na trave e no rebote, acabou batendo na mão do atacante. Ainda pressionando, Jael pegou a sobra após Luan acabar desarmado. O centroavante chutou de primeira, mas Baroja defendeu.

Seguindo no ataque, agora foi a vez de Ramiro ir à linha de fundo e cruzar na medida para Luan, mas o centroavante mandou de cabeça, para fora.

O time venezuelano tentou responder com Suárez, que arriscou de longe, mas sem perigo para Marcelo Grohe.

Por detalhe o segundo gol não aconteceu aos 13 minutos, quando Everton dominou, puxou para o meio e mandou a meta, mas Baroja tirou para escanteio com uma mão.

O segundo gol não estava longe. Minutos depois, aos 15', Maicon arriscou um chute da entrada da área, mas o goleiro Baroja defendeu com rebote. Não contava com Everton, que se aproveitou e mandou uma bomba para o fundo da meta. 

Um minuto depois, a busca pelo terceiro. Com uma boa troca de passes, Arthur serviu Jael, que chutou de primeira, mas por cima.

Depois de rodar a bola da esquerda para a direita, Ramiro recebeu no bico da grande área e chutou cruzado, mas mandou à direita do gol. Em seguida, Everton recebeu na esquerda, fez uma jogada individual e chutou rasteiro. A zaga amorteceu, deixando a defesa de Baroja fácil. 

Substituição aos 25': Saiu Maicon, entrou Cícero.

O Grêmio teve outra chance aos 29', agora em cobrança de falta. Jael chutou de perna direita, obrigando Barajo a cair e jogar para escanteio. Depois da jogada ensaiada, a bola foi colocada na área, desviou e sobrou para Kannemann, que desviou de cabeça; a bola explodiu na trave.

Substituição aos 32': Saiu Ramiro, entrou Thonny Anderson.

Com 35', Luan avançou em velocidade e deixava Cícero na cara do gol, mas Bracho conseguiu se antecipar e fazer o corte. Em seguida, Everton soltou uma bomba, obrigando o arqueiro adversário a fazer outra grande defesa.

Já na reta final, aos 41 minutos, Luan marcou o terceiro, depois de receber na direita, ajeitar com qualidade e chutar cruzado, sem chances de defesa.

Quase que o Grêmio aplicou o quarto gol com Alisson, que conseguiu o domínio em frente a grande área, mas Baroja conseguiu defender.

E ainda teve o quarto gol gremista. Aos 45 minutos, depois de uma grande jogada, o Tricolor conseguiu ampliar com Cícero. Alisson tocou de cabeça e, da mesma forma, Cícero empurrou para o gol, deslocando Baroja.

Jogo finalizou aos 47'.

 

* A arbitragem do jogo foi equatoriana, comandada por Carlos Orbe Ruiz, auxiliado por Luis Vera e Edwin Bravo.

Fotos: Lucas Uebel | Grêmio FBPA