118 anos

Calçada da Fama eterniza Cacalo, Felipão, Galatto e Osvaldo

Sessão Solene do Conselho Deliberativo abre festividades de aniversário do Grêmio

13 SET 2021 21:15 | Atualizado em 13 SET 2021 21:37 Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

A noite desta segunda-feira, marcou o início das comemorações dos 118 anos do Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense. No saguão principal da Arena, ocorreu a Sessão Solene do Conselho Deliberativo que contou com o evento da Calçada da Fama, com as presenças do ex-presidente, Luiz Carlos Silveira Martins; do técnico Luiz Felipe Scolari; e dos ex-atletas, Galatto e Osvaldo, que deixaram suas marcas no cimento. A festividade contou com um número limitado de convidados e foi transmitida ao vivo pela Grêmio TV em todas as plataformas digitais do Clube.

A solenidade iniciou com a participação da Mestre de Cerimônia, Shana Müller, entoando a tradicional canção “Céu, Sol Sul, Terra e Cor”. Durante o evento, ela ainda cantou “Querência Amada” e finalizou com o hino gremista. Seguindo o protocolo, o primeiro a falar foi o presidente do Conselho Deliberativo, Carlos Biedermann, seguido pelo presidente do CA, Romildo Bolzan. Eles enalteceram a Comissão do Memorial, comandada pelo conselheiro Fernando Di Primio, pela escolha dos homenageados na Calçada da Fama. Na sequência, falou o conselheiro Fernando Lucchese, que foi escolhido como orador da noite, figura sempre presente nas sessões solenes de aniversário. Renomado cardiologista, Lucchese contou sua história como torcedor do Grêmio com diversas passagens inesquecíveis.

Após Shana Müller cantar “Querência Amada”, foi apresentado um vídeo produzido pela equipe do Instituto Geração Tricolor, o braço social da instituição, que divulgou o IGT 2030, projeto vislumbrando a atuação da instituição voltadas para o futuro.

O primeiro a colocar sua marca na Calçada da Fama do Grêmio foi o ex-presidente Luiz Carlos Silveira Martins, o Cacalo, agraciado com a honraria por sua trajetória vitoriosa na década de 90 com passagem pela vice-presidência de Futebol por quatro anos seguidos e sua participação como presidente que conquistou de forma invicta a Copa do Brasil de 1997: “agradeço a toda a torcida do Grêmio, que sempre esteve ao nosso lado. Essa homenagem emociona e vai ao fundo do coração”, declarou Cacalo.

Em seguida, o homenageado foi o técnico Luiz Felipe Scolari, atual comandante gremista e treinador campeão da Libertadores, Recopa Sul-Americana, Brasileiro e Gaúcho na década de 90, além de conquistar o Mundial com a seleção brasileira em 2002. Felipão relembrou Oswaldo Rolla e Carlos Froner, nomes ligados ao Grêmio: “Além de ser gremista desde que nasci, fui abençoado de ter a oportunidade de viver o Grêmio. Eu vivo o Grêmio”, destacou.

Na sequência, o ex-goleiro Galatto colocou suas mãos no cimento da Calçada da Fama por seu inesquecível protagonismo na Batalha dos aflitos de 2005 que devolveu o tricolor à elite do futebol brasileiro. Para muitos, a defesa da penalidade máxima foi uma das mais importantes da história do Clube e simbolizou a retomada de uma reconstrução que levou o Clube ao patamar de onde nunca deveria ter saído. Falando à Grêmio TV, o goleiro não escondeu a emoção: “Meu sonho era vestir a camiseta do Grêmio pelo menos uma vez na vida, ter uma foto com a camisa do Grêmio. Mas Deus foi bom demais comigo. Hoje, estou realizando um sonho de criança e o sonho da minha família”, falou. Galatto.

Para finalizar a noite, o ex-meia Osvaldo, campeão mundial de 1983, eternizou seus pés na Calçada da Fama. Com nove títulos conquistados com a camisa gremista, teve participação fundamental também na conquista da Libertadores de 1983, sendo o goleador do Grêmio naquela competição, e do bicampeonato Gaúcho, se destacando como goleador e autor do gol do título de 1986. Atualmente, Osvaldo é cônsul itinerante do Clube. Atuou em 266 jogos e marcou 103 gols: “Foi um grande orgulho vestir a camisa do Grêmio. Fiz com o coração. Agradeço à torcida do Grêmio, aos conselheiros que escolheram meu nome e aos companheiros que me ajudaram a alcançar essa honra”, finalizou.

Foi num clima de intensa emoção que Shana Müller encerrou o evento entoando o hino do Grêmio, sempre acompanhada de seus músicos.

Caso você não tenha acompanhado ao vivo pela Grêmio TV, assista abaixo como foi a noite que abriu os 118 anos de aniversário do Tricolor.

Fotos: Lucas Uebel

 

SESSAO SOLENE DO CONSELHO DELIBERATIVO E CALCADA DA FAMA - 13/09/2021