Reunião

Conselho Deliberativo aprecia demonstrativos contábeis e aprova homenagem a Lupicínio Rodrigues

Colegiado se reuniu nesta noite, apreciou superávit acumulado e também aprovou o orçamento para o exercício 2020 do Clube

26 NOV 2019 22:05 | Atualizado em 28 NOV 2019 13:16 Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

O Conselho Deliberativo do Grêmio se reuniu na noite desta terça-feira em sessão ordinária, para examinar os demonstrativos contábeis e financeiros do terceiro trimestre deste ano e votar o orçamento para o exercício de 2020 e extraordinária, para decidir sobre pedido do Conselho de Administração de suplementação do orçamento do exercício de 2019, apresentação do projeto O Clube de Todos, aprovação de proposta de homenagem a Lupicínio Rodrigues e entrega de diploma aos conselheiros eleitos para o mandato 2019-2025. Mais uma vez o Clube apresentou superávit no resultado acumulado.

A reunião foi aberta pelo presidente do colegiado, Carlos Biedermann, que compôs a mesa ao lado do presidente do Conselho de Administração, Romildo Bolzan, do vice presidente do Conselho Deliberativo, Alexandre Bugin, do CEO Carlos Amodeo e dos secretários Thiago Brunetto e Luiz Fernando Barboza. Após Carlos Biedermann saudar os participantes da mesa e os conselheiros presentes, foi exibido um vídeo relembrando a Batalha dos Aflitos, que completa 14 anos nesta terça-feira. No dia 26 de novembro de 2005, o Grêmio venceu o Náutico por 1 a 0 no Estádio dos Aflitos, no Recife, em um jogo histórico, no qual o Tricolor terminou a partida com 7 jogadores em campo, viu Galatto defender um pênalti e Anderson marcar um golaço nos instantes finais. O resultado deu ao Grêmio o título da segunda divisão minutos depois de o Clube se ver com 6 jogadores de linha, um pênalti contra e na trágica iminência de mais um ano na série B. A lembrança emocionou muitos conselheiros, e os aplausos tomaram conta do auditório da Arena.

Em seguida, o vice Alexandre Bugin conduziu a apresentação do projeto “O Clube de Todos”, criado pelo Grêmio para a promoção de ações contra todas as formas de preconceito. Foram 15 minutos de apresentação, durante os quais Bugin expôs as responsabilidades inerentes à dimensão do Grêmio e outros clubes no combate à discriminação racial, LGBTfobia, machismo e xenofobia. Um vídeo com texto e locução do jornalista Léo Gerchmann discorreu sobre a importância do negro na construção da história gremista, lembrando Eurico Lara, Lupicínio Rodrigues, torcedores-símbolo do Clube e ídolos como Tarciso e Alcindo.

Foram apresentados também os objetivos do projeto, como promover e apoiar a conscientização dos torcedores, atuar em causas sociais e estabelecer regramentos no estatuto do Tricolor, tratando de premissas, valores e punições previstas. A estrutura do Projeto prevê o envolvimento de mais de dez departamentos do Clube, que podem receber a companhia de quaisquer interessados em contribuir. Todos os conselheiros aplaudiram a iniciativa ao fim da apresentação.

Antes de passar aos temas financeiros, o presidente Biedermann concedeu a palavra ao conselheiro Juliano Ferrer, que apresentou uma proposta de homenagear Lupicínio Rodrigues com um busto na Arena. A ideia de representar o autor do hino do Grêmio surgiu na discussão de um grupo de trabalho formado pelo DTG para tratar de ações contra o preconceito racial, e foi subscrita pelo Conselho de Administração e alguns movimentos políticos do Clube. A proposta foi aprovada por unanimidade, com aplausos dos conselheiros.

A apresentação dos demonstrativos contábeis e financeiros do terceiro trimestre coube ao presidente Romildo Bolzan e ao CEO do Clube, Carlos Amodeo.  Nas palavras do presidente do Conselho de Administração, “o Grêmio mantém sua situação de equilíbrio”. Nestes nove meses do ano, o Clube registrou uma Receita Bruta de R$ 299,1 milhões, sendo R$ 67,9 milhões (29,4%) acima da previsão orçamentária. Com isto, obteve um EBTIDA (indicador financeiro que representa quanto a instituição gerou de recursos por meio de suas atividades operacionais, descontando impostos, amortização, depreciação e resultado financeiro) de R$ 74,1 milhões - correspondente a um incremento de R$ 10,7 milhões (16,9%) em relação ao orçamento.

Assim, o Clube registrou um superávit acumulado de R$ 21,5 milhões, sendo, portanto, R$ 25,5 milhões acima do previsto no orçamento para o período. Houve ainda, a redução do passivo circulante do Clube em relação a dezembro de 2018, na ordem de R$ 15,5 milhões. O Passivo Total também foi reduzido, assim como o Endividamento Bancário – reduzido em 62,9% entre dezembro de 2018 e setembro de 2019. O Quadro Social do Tricolor apresentou incremento em relação a dezembro de 2018, assim como a loja GrêmioMania. A apresentação foi seguida pelo parecer do Conselho Fiscal e a apresentação do relatório da Comissão de Finanças.

A sequência da reunião deu atenção à convocação extraordinária do CD, debatendo inicialmente o pedido do Conselho de Administração de suplementação do orçamento para o exercício 2019. O pedido contemplou uma Receita Bruta de R$ 379,1 milhões, Custo de Atividade de Desporto de R$ 300,2 milhões, EBITDA de R$ 78,8 milhões e superávit de R$ 3,8 milhões. O Conselho Fiscal e a Comissão de Orçamento avalizaram a solicitação, que foi aprovada de forma unânime pelo colegiado.

Depois de aprovado o pedido de suplementação do orçamento, foi discutido, votado e aprovado, com base nas apresentações do Conselho Fiscal e da Comissão de Finanças, o orçamento para o exercício de 2020. Dessa forma, para o próximo ano o Grêmio projeta uma Receita Bruta de R$ 341,9 milhões, um Custo de Atividade de Desporto de R$ 257,7 milhões, um EBITDA de R$ 84,2 milhões e um superávit de R$ 1,1 milhão.

A reunião foi encerrada pouco antes das 22h, após uma série de perguntas de conselheiros respondidas pelos componentes da mesa, com o hino do Grêmio cantado de pé pelos 237 presentes ao auditório da Arena.

Fotos: Luciano Amoretti / Grêmio FBPA

Assembléia do Conselho Deliberativo do Grêmio