De volta

Atletas e funcionários das categorias de base retornam presencialmente aos trabalhos

A categoria Sub-20 é a primeira a treinar em Eldorado nesta quinta-feira

06 AGO 2020 16:45 | Atualizado em 06 AGO 2020 16:58 Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

Aos poucos as categorias de base voltam a trabalhar presencialmente em Eldorado do Sul, no Centro de Formação e Treinamento Presidente Hélio Dourado. Na tarde desta quinta-feira, a categoria Sub-20 retomou as atividades de campo, após quase cinco meses de afastamento em decorrência da pandemia pelo novo Coronavirus. Desde o início da semana, funcionários e jogadores realizaram os testes para Covid-19 e, assim, seguindo o rígido protocolo de saúde, os profissionais retomaram gradativamente os trabalhos.

"É com muita alegria que retomamos os nosso trabalhos nas categorias de base, começando pela Sub-20. Em um ano atípico, que virou o mundo de pernas para o ar, poder reiniciar as atividades com foco nas competições do segundo semestre é muito estimulante para todos. Os atletas e funcionários estão conscientes da sua responsabilidade e cuidados que deverão adotar. Da mesma forma estão confiantes de que vamos superar a tudo isso. Vamos proporcionar alegrias novamente para o nosso torcedor e tirar aquela angústia que os meninos estavam em poder voltar a exercer o seu ofício. Esperamos que este ano ainda possa ser digno de comemorações", citou o assessor da presidência para a base, Gustavo Schmitz.

Para tanto, um planejamento específico foi traçado desde o último mês de julho. A convivência e circulação habituais das pessoas tiveram que passar por adaptações e reajustes de procedimentos, com demandas estruturais no CFT e na Residência Esportiva, local onde os atletas ficarão alojados de maneira restrita. Uma empresa especializada em limpeza industrial foi contratada para os devidos trabalhos de sanitização dos ambientes, seguindo o mesmo padrão efetuado no CT Luiz Carvalho, do elenco profissional.

O coordenador geral das categorias de base, Francesco Barletta, pregou a volta de maneira segura. "O retorno das atividades será feito respeitando todos os processos já estabelecidos pela segurança sanitária. Todos estão felizes em poder voltar presencialmente as atividades, após mais de 120 dias de afastamento. Faremos todos os trabalhos com cautela, sem atropelar os protocolos de saúde, para que tudo ocorra dentro do esperado. É importante salientar que essa volta será feita gradualmente, monitorando sempre os resultados que obtivermos no dia a dia".

Houve um investimento na aquisição de equipamentos de proteção individual (EPI's), produtos de limpeza, álcool gel, e testes para detecção da Covid-19. O protocolo de saúde foi alinhado entre o Departamento Médico e a administração da base junto à Vigilância Sanitária do município de Eldorado do Sul. Todos os funcionários, terceirizados, e os 30 atletas da categoria Sub-20 testaram negativo para Covid-19. Ao todo foram feitos 102 testes.

"Estamos na primeira fase do nosso protocolo de saúde, que foi pensado por todos os setores da base de forma integrada. Nesta semana aplicamos os testes de IGG e IGM, para o mapeamento da situação da equipe no momento. Nenhum teste teve a doença Covid-19 ativa. Isso nos deu uma segurança de que os atletas e profissionais se comprometeram nas suas atividades durante o isolamento. Optamos por uma situação mais restritiva de isolar toda a categoria Sub-20 na Residência Esportiva em tempo integral, proporcionando maior segurança para as rotinas de treinos. Os mesmos testes serão repetidos semanalmente", explicou o coordenador médico da base, Ivan Arruda.

Foram instalados dispensers com álcool gel em pontos estratégicos. Todos os funcionários receberam um protetor facial, além de máscaras de pano para o uso diário. Termômetros infravermelho foram adquiridos para utilização contínua nos acessos aos locais de trabalho das categorias de base. De acordo com as diretrizes da Vigilância Estadual e Municipal, a ocupação das salas administrativas do CFT foram redesenhadas, observando a ocupação baseada nas limitações por metro quadrado. Da mesma forma, a operação será efetuada utilizando 25% da capacidade dos quartos na Residência Esportiva. 

A limitação também será aplicada na execução dos treinamentos. "Faremos treinos com pequenos grupos, respeitando as orientações da área de saúde. Serão trabalhos individualizados, com dois profissionais de comissão orientando quatro atletas por vez, em uma das metades do campo, observando o devido distanciamento. Vamos utilizar toda a estrutura do CFT para isso", comentou o coordenador técnico da base, Wagner Gonçalves. 

"O principal objetivo é fazer este retorno de maneira gradual das categorias. A primeira será o Sub-20, que já temos o calendário da CBF definido, com o Brasileiro no dia 23 de setembro. Teremos um acompanhamento muito severo. Os jogadores irão fardados da Residência para o CFT. Ao término do treino voltam para a Residência. Após duas semanas, planejamos iniciar os trabalhos coletivos, com o foco mais específico direcionado para as competições no final de agosto. Na sequência disso, gradualmente passaremos a trazer os atletas das categorias Sub-19 e Sub-17 no mesmo sistema", finalizou Wagner Gonçalves.

Dessa forma, a retomada dos trabalhos será executada com todos os profissionais focados em ter o máximo de controle e precaução possível, observando as restrições e protocolos de saúde diários.

Fotos: Lucas Uebel/Grêmio.

Volta aos trabalhos presenciais da base