Segue

Jogadores fazem treino físico em manhã de comemoração para David Braz e Diego Souza

Atletas se dividiram entre treino de força na academia e corridas complementares no campo do CT

17 JUN 2020 11:10 | Atualizado em 17 JUN 2020 12:08 Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

A quarta-feira foi de trabalhos físicos para os atletas do Grêmio, no Centro de Treinamentos Luiz Carvalho. Os grupos A, B, C, D e E aproveitaram a manhã de clima agradável fazendo exercícios de força na academia e complementação no gramado. O dia é de comemoração para o zagueiro David Braz, que completa seu primeiro ano com a camisa tricolor e para o centroavante Diego Souza, completando 35 anos.

Sem jogos desde o dia 15 de março e aguardando as liberações governamentais para retomar os treinamentos técnicos e táticos, os atletas de cada grupo se apresentaram em um horário intervalado e foram orientados pela preparação física em atividades de reforço muscular. Em um momento seguinte, alguns dos jogadores fizeram complementação na bicicleta ou com corridas no campo. Um deles foi o zagueiro David Braz, que comemora um ano como parte do elenco. Ele conversou com a assessoria de imprensa do Clube e comenta o que mais o marcou desde sua chegada a Porto Alegre.

“O que me marcou, desde a chegada, foi encontrar amigos com quem eu já tinha atuado, e a qualidade do grupo. É um grupo bastante unido, no dia a dia. Os funcionários também. Todos trabalham com muita responsabilidade e deixam um ambiente bastante tranquilo, leve e todos estavam dispostos a me ajudar para ter uma boa adaptação. Todos me receberam muito bem e me ajudaram para que me adaptasse o mais rápido possível. Eu cheguei na metade da temporada, estávamos começando a entrar na Copa do Brasil, na Libertadores e foi uma coisa muito marcante”, lembra.

David Braz também faz uma reflexão sobre os mais de 90 dias sem um jogo oficial no Brasil. A última partida do Grêmio, contra o São Luiz, foi em 15 de março - já sem público, na vitória por 3 a 2 na Arena, pelo Gauchão.

“Eu nunca passei por isso. A gente vive futebol, praticamente respira futebol e, agora, com 94 dias sem atuar, é uma situação muito ruim. Bate uma ansiedade. Estamos treinando, assistindo o retorno de outras ligas e acaba batendo uma ansiedade para voltar logo. Sabemos que a volta está começando a clarear, e estamos na torcida, nos preparando para, quando voltar, poder ajudar o Grêmio”, finaliza.

Fotos: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Treino Grêmio 17/06/2020