Parabéns

Consulado Feminino do Grêmio completa dois anos

União oportunizou inserção maior da mulher na vida do Clube e considerável aumento no número em associações femininas

15 JUN 2020 17:45 | Atualizado em 16 JUN 2020 11:14 Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

Mantendo a tradição de pioneirismo do Grêmio, há exatos dois anos foi fundado o primeiro Consulado Feminino do Grêmio. A criação aconteceu na cidade de Lajeado, com o intuito de valorizar e inserir ainda mais a mulher gremista na vida do Clube.

Neste curto período, 68 Consulados Femininos foram criados, distribuídos entre Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo e Brasília, além do Canadá. A união feminina possibilitou a participação direta de mais de mil mulheres e um aumento de quase cinco mil novas sócias, segundo dados oficiais do Quadro Social.

"Os consulados femininos são uma realidade e exercem um papel fundamental de inserção da mulher na vida do clube. Agradeço ao presidente Romildo, sua esposa, dona Vera Lúcia Bolzan, aos integrantes do Conselho de Administração, ao CEO e aos diretores do Departamento Consular pelo apoio. Também faço um agradecimento especial a todas consulesas que realizam um trabalho de extrema relevância para o clube", disse a diretora geral dos consulados femininos, Eroni Abella.

Além da possibilidade da participação ainda maior da mulher no futebol, oportunizando o acesso a novas áreas do Grêmio, os Consulados Femininos do Tricolor promovem diferentes ações sociais e eventos, que ajudam a elevar ainda mais o nome do Clube.

Presença frequente em eventos e incentivadora do movimento, a senhora Vera Lúcia Bolzan também comenta sobre a importância dos núcleos na vida do Clube: "o movimento dos Consulados Femininos, além de inovador, criou uma ampla mobilização e participação de mulheres gremistas, que demonstraram organização e paixão pelo clube. Sua existência passou a ser uma atividade não só respeitada, mas essencial à vida do clube. Parabéns!".