Superávit

Demonstrativos contábeis e financeiros apresentam números positivos do segundo trimestre de 2019

Conselheiro Deliberativo decide a favor de alteração estatutária que permite voto de conselheiros jubilados

19 AGO 2019 21:45 | Atualizado em 19 AGO 2019 21:45 Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

Na noite desta segunda-feira, o Conselho Deliberativo se reuniu em sessão ordinária e extraordinária para, respectivamente, examinar os demonstrativos contábeis e financeiros do segundo trimestre de 2019 e apreciar e deliberar sobre a proposta de alteração estatutária, atendendo ao requerimento justificado, alterar as regras pertinentes ao conselheiro jubilado, outorgando-lhe o direito ou não ao voto.

A reunião foi aberta pelo presidente do Conselho Deliberativo, Carlos Biedermann, ao lado de seu vice, Alexandre Bugin.  Logo em seguida, foi dada a palavra ao presidente do Conselho de Administração, Romildo Bolzan, que, ao lado do CEO, Carlos Amodeo, apresentou os demonstrativos contábeis e financeiros relativos ao primeiro semestre de 2019.

Nos primeiros seis meses do corrente ano, o Clube registrou uma Receita Bruta de R$ 222,1 milhões, sendo R$ 77,6 milhões (53,7%) acima da previsão orçamentária e R$ 56,1 milhões (33,8%) superior ao mesmo período de 2018. Com isto, obteve um EBTIDA  (indicador financeiro que representa quanto a instituição gerou de recursos por meio de suas atividades operacionais, descontando impostos, amortização, depreciação e resultado financeiro) de R$ 72,6 milhões que corresponde a um incremento de R$ 40 milhões (122,9%) em relação ao orçamento e R$ 29,4 milhões (68%) no que diz respeito ao primeiro semestre de 2018.

Assim, o Clube registrou um superávit de R$ 30,3 milhões, sendo, portanto, R$ 42 milhões acima do previsto no orçamento do primeiro semestre de 2019 e R$ 32,9 milhões em relação ao mesmo período do ano anterior. Houve ainda, a redução do passivo circulante do Clube em relação a dezembro de 2018, na ordem de R$ 19,3 milhões.

O endividamento bancário de curto prazo também foi eliminado, havendo em 30 de junho de 2019, o endividamento bancário apenas de longo prazo, no valor total de R$ 9,4 milhões.

A apresentação foi seguida pelo parecer do Conselho Fiscal e a apresentação do relatório da Comissão de Finanças.

Num segundo momento, seguindo a Ordem do Dia, os conselheiros aprovaram a proposta de alteração estatutária que modifica os artigos 56, 63, 63-A, 65 e 66 do Estatuto Social do Clube, outorgando ao conselheiro jubilado o direito de voto. O resultado foi de 188 a 28 a favor da proposta. Tivemos também duas abstenções. Sendo assim, competirá à Assembleia Geral dos associados, que oportunamente será convocada, aprovar ou não a aludida alteração.

A reunião finalizou com o Hino do Grêmio logo após o anúncio oficial do resultado.

 

Foto: Márcio Neves