Recorde

Grêmio registra superavit histórico

Conselho Deliberativo se reuniu na noite desta terça-feira na Arena

26 MAR 2019 21:42 | Atualizado em 26 MAR 2019 21:44 Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

Os conselheiros do Grêmio se reuniram nesta terça-feira em sessões ordinária e extraordinária no auditório do Conselho Deliberativo, na Arena, para apreciar a pauta do dia e saíram com uma notícia positiva: o Clube alcançou um resultado superavitário pela terceira vez consecutiva, com recorde de R$ 54 milhões de reais, representando um crescimento de 391% sobre 2017. Também foi aprovada alteração do artigo 82 do Estatuto Social, com inserção de nova regra nas Disposições Transitórias – e o direito da atual composição do Conselho de Administração concorrer à reeleição por três anos.

A reunião foi aberta pelo presidente do Conselho Deliberativo, Carlos Biedermann, que saudou os conselheiros presentes e passou a palavra ao presidente do Conselho de Administração, Romildo Bolzan, que também cumprimentou a todos os presentes.

Logo no início da sessão foram eleitos dois Conselheiros Fiscais para um mandato de três anos. Donato Hubner foi reeleito, enquanto Robeson Canal assume pela primeira vez uma cadeira no Conselho.

A segunda pauta foi a aprovação da inserção de uma nova regra nas Disposições Transitórias, conforme constava da ordem do dia: consolidar interpretação do artigo 82 do Estatuto Social do Grêmio, com a inserção da seguinte regra nas Disposições Transitórias: “Art. 124-B. Fica assegurada a atual composição do Conselho de Administração do Grêmio (gestão 2017-2019) o direito de concorrer à reeleição, para um mandato de 3 (três anos)”. Aprovada no Conselho Deliberativo, a inserção da regra deverá agora ser aprovada pelos sócios em Assembleia Geral a ser convocada.

Ao lado do presidente à mesa, o CEO Carlos Amodeo assumiu a palavra na sequência e detalhou os expressivos resultados financeiros do exercício 2018. No período o Grêmio atingiu a maior receita bruta da história do Clube, R$ 402 milhões, 16% a mais do que 2017.

O EBITDA, indicador financeiro que representa quanto a instituição gerou de recursos por meio de suas atividades operacionais, descontando impostos, amortização, depreciação e resultado financeiro, foi de R$ 136 milhões, indicando um incremento de 56% em comparação a 2017. Já o superavit de R$ 54 milhões, no acumulado do ano, atingiu uma marca inédita na história gremista, 391% acima dos números apresentados em 2017. 

Destaque também para o desempenho das receitas do  Quadro Social que atingiram R$ 74 milhões, 11% superior ao ano anterior, além da redução de mais de 67% no  endividamento bancário e diminuição em 32% no passivo circulante, resultando na melhoria de mais de 19% resultado financeiro.  

Por fim o Conselho Fiscal apresentou parecer favorável à apresentação das demonstrações financeiras. O presidente Fábio Floriani sugeriu a aprovação de todos os demonstrativos, sendo seguido pela Comissão para Assuntos Econômico-Financeiros, que na pessoa de Giovanni Forneck também sugeriu a aprovação dos resultados. Dessa forma, os números foram aprovados por unanimidade pelos 232 conselheiros presentes no auditório.

Cumprindo o protocolo de encerramento, o presidente do Conselho Deliberativo Carlos Biedermann exaltou a semana do Grêmio, que começou com a inauguração da estátua de Renato Portaluppi na última segunda-feira e a apresentação, nesta terça, dos expressivos números relativos ao exercício 2018. Encerrando a reunião, todos os conselheiros cantaram o hino do Grêmio.

Foto: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Reunião Conselho Deliberativo do Grêmio - 26/03/19