Olho no Galo

Sem Grohe, Grêmio começa a definir time para ir a Minas

Goleiro tem fratura em duas costelas e não joga mais nesta temporada

01 NOV 2018 18:02 | Atualizado em 01 NOV 2018 18:02 Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

O Grêmio treinou na tarde desta quinta-feira em mais uma sessão preparatória para o jogo de sánado, em Belo Horizonte, contra o Atlético Mineiro. Enquanto aguarda o julgamento da Conmebol quanto à reclamação ajuizada na quarta, o Tricolor foca em garantir o melhor lugar possível no Campeonato Brasileiro. E em paralelo às atividades de campo o torcedor recebeu uma má notícia: com fraturas em duas costelas, Marcelo Grohe só volta aos gramados em 2019.

Titular durante todo o confronto contra o River Plate, Grohe saiu do jogo com dores após um forte choque já na etapa final do jogo. E depois de realizar exames foram constatadas as fraturas na segunda e terceira costelas. A informação foi passada em entrevista coletiva com o médico Márcio Dornelles. O tratamento do goleiro será conservador, sem cirurgia, e o tempo de recuperação estimado entre 30 e 40 dias. Já Maicon, que saiu de campo com desconforto, não tem lesão detectada - assim como Paulo Miranda e Jael.

Em campo, Renato Portaluppi comandou uma atividade técnica em campo reduzido, com três times. Além de Grohe, também não participaram Geromel, Maicon, Ramiro, Cícero e Jael, entre aqueles que atuaram contra o River. Nesta sexta-feira ainda haverá um último treinamento antes da viagem para Belo Horizonte, que ocorre às 14h10. Nessa atividade Renato terá mais informações sobre a situação física de cada jogador e definirá o time que joga em Minas Gerais. A boa notícia é que Everton segue treinando normalmente e é candidato a começar o jogo.

Atlético e Grêmio se enfrentam às 17 horas de sábado, na Arena Independência. O jogo terá acompanhamento da Grêmio Rádio Umbro e das redes sociais do Clube.

A entrevista coletiva do médico Márcio Dornelles está disponível abaixo na íntegra.

Fotos: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Treino Grêmio 01/11/2018