Especial

Capítulo 3: uma vaga é do Grêmio

Renato garante, Grêmio cresce e classifica dentro do Beira-Rio

16 JUN 2018 12:00 | Atualizado em 15 JUN 2018 13:51 Grêmio Foot-Ball Porto Alegrense

Ser campeão da Libertadores e viajar à disputa do Mundial trouxeram um ônus indesejado ao Grêmio: dificuldades no Campeonato Gaúcho e pressões mental e psicológica ainda no início da temporada. Próximo da zona de descenso, Renato viu-se obrigado a antecipar a volta dos jogadores. Mesmo assim, garantiu que o Grêmio não ficaria de fora das quartas de final.

Mesmo quando o desempenho foi insuficiente, Renato não deixou a torcida esmorecer. Uma frase ficou marcada durante a campanha do Grêmio no Campeonato Gaúcho: “quem está na frente que aproveite, pois tem sete vagas, porque uma vaga é do Grêmio”. A afirmação foi posta logo na estreia dos titulares, quando a equipe perdeu em casa para o Cruzeiro, por 1 a 0.

Daí em diante, o Grêmio alternou jogos com os titulares e jogos com os reservas, enquanto a preparação física esforçava-se para colocar todo mundo em condições. À derrota para o Cruzeiro sucedeu-se vitória sobre o Brasil de Pelotas. A recuperação, porém, deu lugar à incerteza quando o Tricolor perdeu para o Veranópolis por 2 a 1. Ali, Renato garantiu novamente: o Grêmio não seria rebaixado e estaria nas quartas de final. E Novo Hamburgo, Juventude e São Paulo pagaram a conta. Mas nem assim a classificação chegou. Ficou para a última rodada, contra o líder da fase classificatória, o Internacional.

No dia 21 de fevereiro Marcelo Grohe foi o herói do Grêmio na conquista da Recopa. E em 11 de março Luan, o Rei da América, conduziu o Tricolor à classificação com dois gols e a vitória dentro do Beira-Rio por 2 a 1. Os protagonistas do tri da América voltavam à forma e colocavam o Grêmio novamente em seu lugar.

O placar foi aberto e ampliado pelo Grêmio. O primeiro gol saiu aos 21 minutos. Jailson fez passe em profundidade para Cortez que, pela esquerda, buscou a linha de fundo e cruzou rasteiro. No lado oposto da área o camisa 7 antecipou a marcação e botou para o fundo das redes de Marcelo Lomba. Logo depois, Everton deixou Cuesta desnorteado e sofreu o pênalti. Luan cobrou e ampliou. Era um show gremista dentro do silenciado Beira-Rio. O gol de honra dos donos da casa saiu da cabeça de Rodrigo Dourado, no início da segunda etapa. E apesar da pressão colorada, o Grêmio soube sofrer e segurar o placar.

Conforme prometera, Renato classificou o Grêmio às quartas de final, e com direito a vitória dentro da casa do maior rival. Ironicamente, a tabela prometeu mais dois Gre-Nais.

O Grêmio começou o Gre-Nal 413, em 11 de março, com Marcelo Grohe; Madson (Alisson), Geromel, Kannemann e Cortez; Jailson, Maicon, Ramiro, Luan e Everton (Marcelo Oliveira); Jael (Michel). No próximo capítulo, mais uma vitória e a superioridade nos clássicos.

Fotos: Lucas Uebel / Grêmio FBPA

Imagens: GrêmioTV / Divulgação

Grenal 413 11/03/18